26 mar 2024

3 hábitos para evitar a queda de cabelo na primavera

A primavera está quase a chegar e traz um inconveniente que afeta e preocupa muitas pessoas: a queda de cabelo sazonal.

 

O cabelo pode ser afetado por vários fatores. É natural e normal que, com o processo de envelhecimento, o nosso cabelo enfraqueça e caia, mas em alguns casos, este processo pode ser mais acentuado e mais rápido do que o normal, dependendo dos elementos que afetam o nosso cabelo.

Além disso, se acrescentarmos à queda de cabelo na primavera o desequilíbrio e o reajustamento do nosso corpo durante esta estação, podemos assistir a uma queda de cabelo ainda maior durante esta época do ano.

A queda excessiva de cabelo pode ter um impacto significativo na autoestima e na confiança de uma pessoa, de forma que é importante abordar este problema corretamente e falar sobre como prevenir a queda de cabelo.

O que é a queda de cabelo?

A queda de cabelo diária faz parte do  ciclo normal de crescimento e renovação capilar, um fenómeno em que alguns folículos entram na fase de repouso (fase telogénica) e outros começam a crescer (fase anagénica).

prevenir a queda de cabelo . Infográfico fases da queda de cabelo

O ciclo do cabelo é assíncrono (nem todos os cabelos estão na mesma fase ao mesmo tempo) e é esta caraterística que impede episódios de queda de cabelo em massa. No entanto, é preciso ter em conta que, na realidade, a queda de cabelo está constantemente a ocorrer, uma vez que há sempre folículos em processo de queda.

 

Todos os pelos entram na fase de repouso e queda (telogénica) após um determinado período de tempo, que se pensa estar influenciado pela própria genética de cada um. Que caia algum cabelo diariamente é completamente normal.

 

Calcula-se que uma pessoa perde cerca de 100 cabelos por dia. No entanto, qualquer situação que altere negativamente o cabelo pode provocar que mais cabelos passem à fase de queda.

Ao abrandar o crescimento, o cabelo fica sem ancoragem e, após cerca de 3 meses, cai do couro cabeludo. Mas ao cair o pelo, o folículo piloso permanece no mesmo sítio e será capaz de gerar um novo cabelo quando o microambiente for mais favorável. É por isso que existem tantas causas reversíveis de queda de cabelo, porque é o cabelo que cai, mas o folículo piloso continua seguro no couro cabeludo.

As causas da queda de cabelo

Para prevenir a queda de cabelo temos de perceber as possíveis causas que podem contribuir para o problema. Alguns dos fatores mais comuns incluem:

Genética

A predisposição genética é um dos principais factores que contribuem para a queda de cabelo. Se tem um historial familiar de calvície, é mais provável que venha a ter este problema.

Alterações hormonais

Não existe uma única hormona que regule o crescimento do cabelo, mas sim várias vias hormonais que desempenham um papel fundamental no crescimento e na saúde deste. As alterações hormonais, como as que ocorrem durante a gravidez, o parto ou a menopausa, podem causar queda de cabelo.

Stress

O stress pode causar um tipo de alopecia, conhecido como eflúvio telogénico caracterizado por um aumento do número de cabelos em fase de queda.. Sempre que estamos sob stress, o nosso corpo liberta cortisol, uma hormona que provoca efeitos pró-inflamatórios que impedem o crescimento do cabelo e danificam o couro cabeludo. 

Estilo de vida

Fatores como uma dieta incompleta, o consumo excessivo de álcool, o tabagismo e a falta de exercício físico, podem contribuir para a queda de cabelo.

Como prevenir a queda de cabelo

Embora nem sempre seja possível evitar completamente a queda de cabelo na primavera, existem alguns hábitos que podem ajudar a minimizar o seu impacto:

Cuidado com a alimentação:

Uma dieta equilibrada e rica em nutrientes essenciais, como as proteínas, o ferro, o zinco e as vitaminas B e C, pode ajudar a manter o cabelo saudável, forte e a crescer corretamente, reduzindo assim a queda de cabelo.

Especialmente na primavera é aconselhável incluir uma quantidade adequada de fruta, legumes e cereais integrais, de forma a prover as vitaminas e minerais essenciais para os nossos cabelos e unhas. Recomenda-se também o consumo de peixes ricos em ómegas e frutos secos que fornecem ácidos gordos essenciais e ferro.

E também pode contar com Olistic Women e Olistic Men, excelentes suplementos, cuja fórmula completa fornece vitaminas, minerais, aminoácidos de colagénio e queratina e antioxidantes que ajudaram a manter o cabelo e as unhas saudáveis.

Manter um estilo de vida saudável:

Adotar hábitos de vida saudáveis, como a prática regular de exercício físico moderado, dormir o suficiente e praticar técnicas de relaxamento como a meditação e o ioga.

Hidratar o cabelo:

Os protectores solares capilares são produtos que se aplicam no cabelo para o proteger dos efeitos nocivos do sol e de outros fatores ambientais.

Lembre-se de que estes produtos não devem ser utilizados como substitutos de outras medidas de proteção, como a utilização de chapéus ou lenços.

Além disso, para preparar o cabelo para mais horas de luz do dia e uma vez que chegamos do inverno com o cabelo mais seco, recomenda-se também a utilização de máscaras hidratantes e nutritivas.

Em conclusão, embora nem sempre seja possível evitar totalmente a queda de cabelo, a inclusão destas dicas na sua rotina ajudará a reduzir a incidência da queda de cabelo e a manter um cabelo saudável.

 

26 mar 2024