26. Mär 2024

Tratamento natural da alopecia androgenética: Alternativas ao Finasterida

Dr.-Sebastian-Podlipnik

Cada dia existem mais e melhores opções para o tratamento da alopecia androgenética. Atualmente, além dos tratamentos farmacológicos clássicos como o minoxidil tópico, minoxidil oral ou os inibidores da enzima 5-alfa-redutase como o finasterida e dutasterida, também existem opções naturais que demonstraram resultados importantes.

Anteriormente, já falamos sobre a variedade de tratamentos da alopecia androgenética, mas hoje vamos nos concentrar nas opções naturais ao seu alcance para tratar esse tipo específico de alopecia.

A causa da alopecia androgenética

Para entender a relevância e eficácia dos tratamentos naturais contra a alopecia androgenética, é importante conhecer a causa que origina esta patologia.

A causa da alopecia androgenética é geralmente a alteração nos níveis de testosterona. Este desequilíbrio provoca a transformação da testosterona em dihidrotestosterona (DHT), hormônio que afeta os folículos pilosos e provoca a queda de cabelo.

A DHT se agarra aos receptores de andrógenos dos folículos pilosos, desencadeando um processo que diminui o crescimento celular do cabelo. Se isso ocorrer por um longo período de tempo, o cabelo se torna cada vez mais fino e curto e, finalmente, é perdido.

Além dessa origem hormonal, existem fatores externos como a poluição, deficiências nutricionais, exposição à luz solar, produtos e tratamentos de beleza que danificam o cabelo (sprays, cremes, pranchas) ou estresse oxidativo, que promovem a morte celular e também podem intervir no desenvolvimento da alopecia androgenética. 

A solução para a alopecia androgenética: inibidores da 5-alfa redutase.

Segundo um estudo, os inibidores da 5-alfa-redutase demonstraram sua eficácia em parar a queda de cabelo em mais de 80% dos pacientes após 12 meses de tratamento. Os dermatologistas frequentemente usam esse tratamento em consulta devido aos seus bons resultados. 

Esses inibidores da 5-alfa-redutase podem ser encontrados em medicamentos ou em ingredientes naturais.

Alguns dos medicamentos inibidores da 5-alfa-redutase mais usados no tratamento da alopecia androgenética são a finasterida e a dutasterida, mas há certa controvérsia em torno de seus efeitos colaterais, como depressão, síndrome pós-finasterida ou alterações do desejo sexual.

Embora estudos científicos recentes demonstrem que a taxa de efeitos adversos sexuais é muito baixa, muitos pacientes preferem não usar medicamentos para tratar sua alopecia androgenética e optam por usar inibidores de 5-alfa-redutase naturais.

Tratamentos naturais para a alopecia androgenética.

Hoje em dia, já se sabe que existem alternativas naturais que bloqueiam a enzima 5-alfa-redutase sem causar os efeitos adversos que podem ser encontrados com o tratamento farmacológico para a alopecia androgenética. Aqui estão alguns ingredientes que contém Olistic, a melhor opção natural e vegana: 

Saw palmetto (serenoa repens)

O Saw palmetto é um composto natural que funciona de forma semelhante ao finasterida. É obtido da planta Serenoa repens e atua inibindo a enzima 5-alfa-redutase, que aumenta os níveis de dihidrotestosterona no sangue. Dessa forma, seu consumo previne a redução da espessura do folículo piloso e auxilia no crescimento e na manutenção de um cabelo saudável.

Segundo um estudo, quase metade dos participantes aumentou sua densidade capilar em 11,9% após aplicarem um tratamento tópico de saw palmetto durante quatro meses.

E não apenas os tratamentos tópicos são eficazes. De acordo com outro estudo, o Saw palmetto na forma oral também tem um efeito positivo em pacientes com alopecia androgenética, e até mesmo em casos de eflúvio telógeno. 

Sementes de abóbora (Cucurbita pepo)

Outro ingrediente natural para tratar a alopecia androgenética é a abóbora, que tem sido frequentemente utilizada como alimento medicinal. Especificamente, as sementes de abóbora são ricas em ácidos graxos insaturados, fitoestrógenos e vitamina E, que possuem propriedades farmacêuticas, nutracêuticas e cosmecêuticas potenciais.

Um estudo clínico constatou que o óleo e o extrato de sementes de abóbora inibem a atividade da 5-alfa-redutase com uma dose de 400 mg/dia durante 24 semanas. 

Casca de Pygeum Africanum

O extrato de Pygeum é um ingrediente natural extraído de uma árvore nativa das florestas do centro e sul da África. Também tem efeitos na redução da aparição de DHT, mas geralmente é consumido em combinação com o Saw Palmetto porque potencializa os efeitos desta planta. Além disso, possui propriedades anti-inflamatórias e antioxidantes, sendo indicado para reduzir a inflamação e reforçar a imunidade.

O que são nutricosméticos e quando tomá-los

Os nutricosméticos são suplementos alimentares feitos à base de ingredientes naturais que podem ajudar a reforçar a saúde capilar e da pele, além de ajudar a reduzir diferentes tipos de alopecia quando combinados com uma rotina saudável.

Os nutricosméticos com ação antiandrogênica oferecem uma alternativa terapêutica para o tratamento da alopecia androgenética. Existem compostos naturais que mostraram inibição da enzima 5-alfa-redutase e podem ter um efeito benéfico em nossos pacientes.

Nos últimos anos, têm sido feitos grandes avanços no tratamento da alopecia androgenética. Devido à sua alta incidência, continua o desenvolvimento de projetos de pesquisa nesse campo.

Como dermatologista, sempre procuro o melhor tratamento para meus pacientes que se adapte às suas preferências. Para mim, os nutricosméticos que têm ação contra a 5-alfa-redutase estariam indicados para pacientes com alopecia androgenética que não desejam um tratamento farmacológico com finasterida ou dutasterida, e até mesmo para pacientes com deficiência nutricional.

26. Mär 2024
Dr.-Sebastian-Podlipnik